Posts tagged Software

Tecnologias: entre tendências, marketing e imposições

A área de tecnologia é muito conhecida por apontar e discutir tendências. No entanto, fica o questionamento: até que ponto algumas tendências são mesmo tendência ou disfarçam imposições. Vejamos alguns pontos questionáveis:

1) A morte do Flash – O fato do IPhone e do iPad não aceitarem Flash e o desenvolvimento do HTML 5 tem levado publicações e sites discutirem a possível morte do Flash nos próximos anos. Para quem não liga o nome à tercnologia, o Flash é a tecnologia mais empregada em animações, banners, em materiais didáticos de e-learning, tutoriais, vídeos …  Ela está presente em mais de 98% dos computadores, em smartphones Android, tablets Android, Mac OS…

2) A morte dos drives de DVD em notebooks. Hoje, com o nome de ultrabooks, muitos computadores portáteis não apresenta mais drives de CD e DVD, assim como os netbooks. Estima-se que a próxima versão do Mac Book não terão drives. Isto significa que não devemos mais escutar CD ou assistir a filmes no DVD? Tudo precisaria da internet ou de pen drives?  Muitos usuários ainda usam Cds e DVDs no computador com razoável frequência.

3) Tudo nas nuvens – a internet ainda não é tão estável, rápida e segura a ponto da “total” dependência das nuvens. Imagine precisar de arquivo e não conseguir acessá-los por causa de falta de conexão ou conexão muito lenta. Sem contar, que muitos serviços não garantem a “segurança” ou a manutenção do serviço. Semana passada, foi assunto em sites especializados que a qualidade da internet no Brasil ainda está longe de ser um produto universalizado e de grande qualidade.

Em casos como estes e outros, fica a dúvida: são tendências, marketing de marcas ou  imposições. No caso de marketing, a necessidade é criada e divulgada por empresas e publicações. Logo, não se trataria de um movimento natural, mas a propagação de idéias que tendem a refletir interesses, filosofia e ideais de um grupo.

Há outras tendências ou imposições que discutirei em outros posts.

Use seu notebook para compartilhar internet para outros computadores e dispositivos wi-fi

Notebook podem ser usados como roteadores, permitindo compartilhar internet sem fio para outros dispositivos wi-fi, tais como tablets, smarphones, celulares e outros notebooks. Isto pode ser especialmente útil em viagens, possibilitando que uma fonte de internet possa ser multiplicada.

Uma forma simples de transformar o seu notebook em roteador wi-fi é o uso do programa Connectify – http://www.connectify.me/ – que tem uma versão gratuita. A instalação do software é simples e permite que você “jogue” internet de um notebook para outros e para tablets e smartphones.

Pessoalmente já usei a versão gratuita em viagem e foi muito útil. Consegui compartilhar uma conexão 3G com outro notebook e com o meu smartphone. Há limitação na quantidade de dispositivos (5 se não mudou). Esta limitação no entanto, excede qualquer necessidade básica. Você pode ter internet no notebook e compartilhá-la com tablets e smartphones. No notebook você vê quem está usando a sua conexão (dispositivos conectados).

É importante que seja estabelecida uma senha seguraa, já que dispositivos próximos conseguirão ver a sua rede. Se a senha for previsível (como 123456 ou senha, por exemplo), outras pessoas poderão tentar usar a sua conexão.

O programa pode ajudar a economizar o uso de sua franquia 3G em tablets e smartphones.

Fica aí a dica !

Dispositivos e internet

Materiais didáticos digitais e formatos universais ou multiplataformas

Dispositivos e internetAo trabalhar com educação a distância, blended learning ou, de forma mais abrangente, com educação online, é necessário ficar atento aos requisitos de sistemas para que estudantes e outros participantes do processo consigam abrir os materiais didáticos digitais com facilidade. Para isto devemos ficar atentos ao que podemos chamar de formatos universais ou abrangentes ou multiplataformas. Podemos chamar de formatos universais ou abrangentes aqueles que podem ser abertos com facilidade, em diferentes sistemas operacionais (Windows, Mac e Linux, Android, por exemplo).

O objetivo desta atenção é evitar que o estudante e demais agentes envolvidos no processo precisem instalar programas em seus computadores. Isto é bem mais complexo se o programa necessário requer licença paga. Mesmo no caso de programas gratuitos, alguns usuários podem encontrar dificuldades para instalar e configurar softwares. Não podemos pensar também que os computadores são novos e que são capazes de trabalhar com uma grande diversidade de programas. Como exemplo, posso citar o docx, formato padrão do Office da Microsoft, a partir da versão 2007. Muitos usuários encontram dificuldades de abrir arquivos neste formato. Neste caso, há um pacote de compatibilidade que pode ser baixado gratuitamente. No entanto, muitos usuários desconhecem esta possibilidade.

Alguns formatos de arquivos são bastante populares e podem ser abertos ou executados em diferentes sistemas, independente do computador ser novo ou mais antigo. Isto ocorre com formatos de documentos de texto, vídeos, áudio, imagens e cia.

Em novos posts, dicutirei alguns destes formatos universais que devem ser usados no desenvolvimento de materiais digitais.

Softwares Gratuitos Úteis – Uma seleção básica – dicas de programas

É comum desejar softwares caros e complexos. No entanto, muitas vezes softwares gratuitos também são poderosos e podem dar conta de muitas tarefas, sendo muitos deles de uso mais simples e intuitivo, o que requer menor curva de aprendizagem. Aqui apresento uma pequena seleção deles:

  • Imagem – edição e tratamento: Paint.net, PhotoScape e Gimp
  • Som : Audacity
  • Vídeo: Windows Live Movie Maker
  • Manutenção de Sistema e limpeza de arquivos: CCleaner, Advanced SystemCare
  • Proteção contra Vírus: AVAST e AVG
  • Conversão de Arquivos: FormatFactory
  • Criação de PDF a partir de vários formatos: PDF995
  • Converter PDF em Word: PDF to Word Converter Free ( da Wondershare).
  • Ilustração: Inkscape
  • Diagramação: Serif PagePlus Starter Edition, Scribus

Nos próximos dias, sugiro novos softwares gratuitos nas categorias acima e em outras.

 

Backup e atualizações de sites: escolhendo horários e rotinas

Já abordei aqui a importância e a necessidade de realizar backups e atualizações de sites. Isto, no entanto, deve ser planejado e feito com certo cuidado. As rotinas de backup e atualizações de sistemas de sites podem deixar o site em “manutenção” ou mais lento, dependendo logicamente do sistema e do tipo de procedimento.

Em geral, convém que atualizações e backups sejam realizados em momentos de pouca visitação. Assim, se seu site ficar offline ou lento, poucos visitantes serão afetados. Isto deve ser observado em manutenções em geral, inclusive na troca de templates ou testes de novas funcionalidades e ferramentas.

Como identificar os melhores horários? Isto é mais simples do que parece. Há sistemas de estatísticas que indicam os horários de maior visitação. Além disso, dependendo do tipo de conteúdo e do perfil do site, é fácil prever horários menos populares. Em geral, o horário da madrugada e o início da manhã são os de menor visitação.

Particularmente costumo trabalhar em atualizações e manutenções depois das 23 hs.

Sites com visitação significativa de usuários de países diferentes tem horários mais complicados. Neste caso, as estatísticas de acesso são bastante importantes.

O visitante na maioria das vezes não sabe que o site encontra-se em manutenção ou atualização. Logo, problemas de lentidão ou negação de serviços podem ser considerados como características ou defeitos. Alguns sistemas apresentam opções de deixar o site em estado de manutenção, apresentando mensagem aos visitantes.

No caso de um ambiente virtual de aprendizagem, como o Moodle, manutenção em momentos impróprios podem encerrar sessões dos usuários e fazer com que trabalhos sejam perdidos ou bloqueados indevidamente.

Joomla: atualização do sistema para o Joomla 2.5

O Joomla encontra-se na versão 2.5.1. Usuários de versões anteriores 1.6 e 1.7 devem ficar atento à necessidade de atualização, já que o suporte a estas versões já expirou. Como já foi tratado em outros posts, a atualização do sistema, além de trazer características novas, ajuda em questões de segurança.

Se você usa adminstra sites com Joomla, acompanhe os períodos de suporte e orientações para atualizações. Lembro que segundo as estratégias do Joomla, as versões 1.6 e 1.7 não tem mais suporte para atualizações. Em abril, atualizações para o Joomla 1.5 também não estarão mais disponíveis.

A atualização do 1.6 para o Joomla 1.7 é bastante simples, realizada pela área administrativa. O mesmo acontece da versão 1.7 para a 2.5.

A passagem da versão 1.5 para a 2.5, o procedimento é bem mais complexo, fato com que faz com que seja considerada uma migração.  Tutoriais e dicas podem ser encontrados no site do Joomla – www.joomla.org. Lembre-se de fazer backups antes de iniciar a migração.

Se empregar um provedor comercial, recomendo 4 procedimentos de backup antes da atualização e da migração:

a) backup do banco de dados

b) backup dos arquivos do site – por FTP – todos os arquivos inclusive templates, arquivos do sistema, imagens…

c) backup do Joomla pelo sistema por meio da extensão Akeeba Backup

d) backup geral da sua conta de hospedagem

Todos estes backups poderão ser úteis para restaurar o site caso aconteça algum problema durante a atualização ou migração.

Não deixe de verificar se as exigências do sistema são compatíveis com o seu servidor.

Softwares gratuitos para edição e tratamento de fotos

Com as máquinas digitais e o celulares que apresentam câmeras com resoluções cada vez maiores, fazer pequenos ajustes em fotos deixou de ser algo restrito a uma pequena quantidade de pessoas e passou a ser algo útil até mesmo para leigos que precisam ajustar ou editar fotos para publicações online, impressão e criação de apresentações…

Alguns exemplos de usos populares são: converter formatos, editar contraste, brilho e cores, alterar resoluções, cortar as imagens…

Diversos programas gratuitos podem ser empregados com facilidade e riqueza de recursos. Alguns deles são:

The GIMP– http://www.gimp.org/

PhotoScape – http://www.photoscape.org/

Paint.Net – http://www.getpaint.net/

Photo Plus Starter Edition – http://www.serif.com

 

Softwares gratuitos para criação de sites – webdesign e programação

Procurando algum software gratuito para fazer um site ou para editar arquivos HTML, PHP, CSS….?

Algumas dicas de programas gratuitos:

KompoZerhttp://kompozer.net/

NetBeanshttp://netbeans.org/

NotePad ++ – http://notepad-plus-plus.org/

WebMatrixhttp://www.microsoft.com/web/webmatrix/

WebPage Starter Editionhttp://www.serif.com/web-design-software/

 

As características e potencialidades são diferenciadas. Por isso, visitar os sites é importante para verificar qual o mais adequado à sua necessidade.  O KompoZer, por exemplo, permite criar páginas visualmente em HTML – editor wysiwyg. O NetBeans é interessante para programadores em diferentes linguagens.

O WebMatrix, da Microsoft, oferece um instalador de aplicativos, que pode ser muito útil para testar programas como o Joomla e o WordPress. Vídeos podem ser encontrados para entender como o programa funciona.

O programa da Serif, o WebPage, é muito simples para criação visual de sites em drag-and-drop. Há uma versão bem mais completa e rica que pode ser comprada no site da empresa, geralemente com desconto para quem usa a versão gratuita.

Go to Top