Posts tagged Linguagem

O que é aquisição de segunda língua? What is second language acquisition (SLA)?

O termo aquisição de segunda língua ( second language acquisition, em inglês) é um dos principais campos da linguística aplicada. Na verdade, é possível dizer que a linguística aplicada nasceu e ganhou projeção nos estudos de aquisição de segunda língua. O termo muitas vezes não diferencia aquisição de aprendizagem e segunda língua de lingua estrangeira. Isto é bastante visível em livros de Rod Ellis.

Além de métodos de ensino de línguas estrangeiras, a área estuda aspectos que afetam a aprendizagem de línguas estrangeiras/segundas línguas (aptidão, motivação, atitude, crenças, estilos, estratégias de aprendizagem, inteligência…), interlíngua, aquisição de linguagem, ordem de aprendizagem, formação de professores, materiais didáticos…

É comum o emprego da sigla SLA ( second language acquisition) mesmo em publicações em outras línguas.

II SIELP – Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa

II Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa – II SIELP

30/05 – 01/06 de 2012

Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Informações: http://www.ileel.ufu.br/sielp/

Palestrantes:

Profª. Dra. Aparecida Negri Isquerdo (UFMS)
Prof. Dr. Bernard Schneuwly (França)
Profª. Dra. Désirée Motta-Roth (UFSM)
Prof. Dr. Egon de Oliveira Rangel (PUC – SP)
Profª. Dra. Elisete Maria de Carvalho Mesquita (UFU)
Prof. Dr. José Antônio Carvalho Brandão (Universidade do Minho – Portugal)
Prof. Dr. Luiz Carlos Travaglia (UFU)
Profª. Dra. Madalena Dias Teixeira (IPS- Portugal )
Profª. Dra. Maria Cândida Trindade Seabra (UFMG)
Profª. Dra. Maria Célia Lima-Hernandes (USP)
Profª. Dra. Maura Alves de Freitas Rocha (UFU)
Prof. Dr Raul de Souza Puschel (IF-SP)
Profª. Dra. Roxane Rojo (IEL-UNICAMP)
Prof. Dr. Sírio Possenti (UNICAMP)
Prof. Dr. Waldenor Barros Moraes (UFU)

Mestrado em Letras e Ciências Humanas na UNIGRANRIO – Processo Seletivo

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Mestrado em Letras e Ciências Humanas na UNIGRANRIO.

Edital:  http://www.unigranrio.br/pos/stricto/mest-letras-ciencias-humanas/pdf/edital_letras_2012.pdf

São 3 linhas de pesquisa:

  • Gênero, Etnia e Identidade
  • Educação, Linguagem e Cultura
  • Representação da Historicidade, Memória e Discurso

O curso está localizado no Campus principal da UNIGRANRIO em Duque de Caxias.

Informações sobre o Programa de Pós-Graduação stricto sensu: http://www.unigranrio.br/pos/stricto/mest-letras-ciencias-humanas/

 

Certificados em Inglês como Língua Estrangeira: Siglas

Há diversos certificados de fluência em língua inglesa. Estudantes de inglês podem se deparar com um número grande de siglas que se referem às certificações internaciois. Estes certificados são de níveis e para objetivos variados. Eles são muitas vezes empregados como forma de comprovação de nível de proficiência em língua inglesa, conhecimentos pedagógicos, domínio de habilidades em inglês para fins específicos. Um dos exames mais famosos é o TOEFL. Algumas siglas de exames de certificação:

 

CAE– Certificate of Advanced English

CELTA– Certificate in Teaching English to Speakers of Other Languages

CPE – Certificate of Proficiency in English

DELTA – Diploma in Teaching English to Speakers of Other Languages

ECCE – Examination for the Certificate of Competency in English

ECPE – Examination for the Certificate of Proficiency in English

FCE– First Certificate in English

ICFE – International Certificate in Financial English

IELTS – International English Language Testing System

KET– Key English Test

MELAB – Michigan English Language Assessment Battery

MET – Michigan English Test

PET – Preliminary English Test

TKT– Teaching Knowledge Test

TOEFL-Test of English as a Foreign Language

 

Introdução à Linguística Textual: sugestões bibliográficas

A linguística textual é uma área de estudos linguísticos que encontra-se em grande destaque, sendo possível encontrar uma grande diversidade de publicações na área.

Algumas sugestões:

ADAM, J. M. A linguística textual: introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Editora Cortez, 2011.

FÁVERO, L. L. & KOCH, I. G. V. Linguística textual: introdução. 9 ed. São Paulo: Cortez, 2008.

KOCH, I. G. V. A inter-ação pela linguagem. 10 ed. São Paulo: Contexto, 2007.

KOCH, I. G. V. O texto e a construção dos sentidos. 9 ed. São Paulo: Contexto, 2008

KOCH, I. G. V. Introdução à linguística textual: trajetoria e grandes temas. 2 ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

SIGNORINI, I. (org). [re]discutir texto, gênero e discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

Linguística e estudos da linguagem: dicionários

Podemos encontrar no mercado brasileiro algumas boas opções de dicionários de linguística e estudos da linguagem, que podem ser úteis para linguístas, pedagogos, fonoaudiólogos, entre outros profissionais:

Três classicos:

CAMARA JUNIOR, J. M. Dicionário de Lingüística e Gramática. Petrópolis, Vozes, 2001.

DUBOIS, J et alii. Dicionário de Lingüística. São Paulo: Cultrix, 2001.

DUCROT, O e  TODOROV, T. Dicionário Enciclopédico das Ciências da Linguagem. 3ª Ed. Editora Perspectiva, 2001.

 

Outras sugestões:

TRASK, R. L. Dicionário de Linguagem e Linguística. São Paulo: Contexto, 2004.

CHARAUDEAU, P. e MAINGUENEAU, D. Dicionário de Análise do Discurso. 2 Ed. 3ª Impressão. São Paulo: Contexto, 2008.

AQUINO, R. Dicionário de Gramática. Rio de Janeiro: Elsevier/Campus, 2008.

Vocabulário acadêmico em monografias e artigos

Escrever um texto acadêmico geralmente não é uma tarefa simples para quem está iniciando. Isto fica bastante visível na elaboração de monografias e artigos de.  conclusão de cursos. Há uma dificuldade de compreensão dos gêneros textuais acadêmicos e seus objetivos. Além da dificuldade de definição de um tema para a monografia, os estudantes também se deparam muitas vezes com outro aspecto desafiador: a redação acadêmica do texto.

Uma dica bastante útil é a leitura de artigos na área do trabalho. Isto ajuda a compreender como os trabalhos são organizados e escritos. Os estudantes podem circular ou sublinhar as expressões, o vocabulário e as construções empregadas por autores experientes.

É necessário reconhecer que há questões de estilos que fazem com que as formas e preferências de produção textual sejam diferentes. Além disso, há a famosa discussão entre o uso ou não da primeira pessoa em trabalhos acadêmicos (isto será tema de outro post).

Vejamos alguns verbos úteis para trabalhos acadêmicos:

apontar / discutir / abordar / tratar / enfatizar / relatar / analisar / visar / pretender / enfocar / comparar / contrastar / explicar / exemplificar / restringir / criticar / estabelecer /  ressaltar / destacar / compreender / fundamentar / viabilizar / possibilitar / sustentar / pesquisar / comentar / diagnosticar / avaliar / quantificar / organizar / questionar / investigar / verificar /

Até logo !

VII Semana de Letras da UNIGRANRIO

VII Semana de Letras de UNIGRANRIO

A Semana de Letras é parte do evento Memória, Linguagens e Ensino, da Escola de Educação, Ciências, Letras, Artes e Humanidades.

7 – 11 de novembro de 2011.

Local : Duque de Caxias – CAMPUS 1

A Semana contará com minicursos, oficinas, palestra e comunicações sobre literaturas, lingua portuguesa, linguística aplicada, lingua inglesa e mais.

A programação estará disponível em breve.  Informações: www.unigranrio.br (No link Eventos)

Go to Top