Posts tagged Linguagem

Novas atualizações a caminho no Ensino Atual 2015

Em breve o Blog Ensino Atual terá várias atualizações com conteúdos relacionados à Educação, Tecnologia, Estudos Linguísticos, Ciências Humanas, Linguagem, Linguística Aplicada, Cibercultura e Interdisciplinaridade!

 

Serão abordadas também questões de Pós-Graduação e Pesquisa!

 

Não deixe de visitar o Ensino Atual nos próximos dias!

 

Prof. Dr. Márcio Luiz Corrêa Vilaça

II Webinar do GETED – Referências da minha palestra: Educação na Era Digital

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

ARAUJO, E. V. F. (2011) Letramento em contexto digital: diferentes práticas de leitura e escrita. Cadernos do CNLF, Vol. XV, Nº 5, t. 1. Rio de Janeiro: CiFEFiL. Disponível em: http://www.filologia.org.br/xv_cnlf/tomo_1/56.pdf

_____________. (2012) Letramento em Contexto Digital: uma análise de Livros Didáticos do Ensino Médio. Dissertação de Mestrado em Letras e Ciências Humanas. Duque de Caxias, UNIGRANRIO.

ARAUJO, Julio. (ORG) Internet & Ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

BUZATO, M. E. K. (2010) Novos letramentos e apropriação tecnológica: conciliando heterogeneidade, cidadania e inovação em rede. IN: RIBEIRO, A. L. et al. (Org) Linguagem, tecnologia e educação. São Paulo: Peirópolis.

CARLINI, A. L e LEITE, M. T. M (2010). Adolescentes e tecnologias: o aluno nativo digital. IN: CARLINI, A. L. e TARCIA, R. M. L. 20% a distância e agora?: orientações práticas para o uso da tecnologia de educação a distância no ensino presencial. São Paulo: Pearson Education do Brasil.

CASTELLS, Manuel. A Galáxia da internet: reflexões sobrea internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

FREITAS, M. T. A. (2009) A formação de professores diante dos desafios da cibercultura. In: FREITAS, M. T. A. (org.). Cibercultura e Formação de Professores. Belo Horizonte: Autêntica Editora.

FORMIGA, M. (2009) A terminologia em EaD. In: LITTO, F.; FORMIGA, M. (Orgs.). Educação a distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

GABRIEL, M. (2010) Marketing na era digital: conceitos, plataformas e estratégias. São Paulo: Novatec Editora.

LÉVY, P. (2010) Cibercultura. 3 Edição. São Paulo: Editora 34.

MAIA, C. e MATTAR, J. (2007) ABC da EaD: educação a distância hoje. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

MARCUSCHI, L. A. (2008) Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola.

_________________. (2010) Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. IN: MARCUSCHI, L. A e XAVIER, A. C. Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção dos sentidos. 3 ed. São Paulo: Cortez.

ROJO, R. (2009) Letramentos Múltiplos, Escola e Inclusão Social. São Paulo: Parábola Editorial.

_____________. Pedagogia dos multiletramentos: diversidade cultural e de linguagem na escola. IN: ROJO, Roxane e MOURA, Eduardo. Multiletramentos na Escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

SANTAELLA, L. (2010) Culturas e artes do pós-moderno: da cultura das mídias à cibercultura. 4ª Edição. São Paulo: Paulus.

TORI, R. (2009) Cursos híbridos ou blended learning. IN: LITTO, F. e FORMIGA, M. (Org) Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

________.(2010) Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Paulo: Editora Senac São Paulo.

VALENTE, C. e MATTAR, J. (2007) Second Life e Web 2.0 na Educação: o potencial revolucionário das novas tecnologias. São Paulo: Novatec.

VILAÇA, M. L. C. (2011) Web 2.0 e materiais didáticos de línguas: reflexões necessárias. Cadernos do CNLF, Vol. XV, Nº 5, t. 1. Rio de Janeiro: CiFEFiL. Disponível em: http://www.filologia.org.br/xv_cnlf/tomo_1/90.pdf

VILAÇA, M. L. C. e ARAUJO, E. V. F. (2012) de. Questões de Comunicação na Era Digital: Tecnologia, Cibercultura e Linguagem IN: E-scrita Revista do Curso de Letras da UNIABEU Nilópolis, v.3, Número 2 , Mai. -Ago. 2012 Disponível em: http://www.uniabeu.edu.br/publica/index.php/RE/article/viewFile/457/pdf_239

VILAÇA, M. L. C. Educação a distância e tecnologias: Conceitos, termos e um pouco de história. Revista Magistro, N. 1. Vol. 2, 2010. Disponível em: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/magistro/article/viewFile/1197/801

XAVIER, A. C. (2010) Leitura, texto e hipertexto. IN: MARCUSCHI, L. A e XAVIER, A. C. Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção dos sentidos. 3 ed. São Paulo: Cortez.

II Webinar do GETED – Questões centrais da minha palestra – Educação na Era Digital: questões de cibercultura e linguagem

Ontem, com grande alegria, participei do II Webinar do GETED (http://www.virtual.ucdb.br/geted/). Foi uma experiência nova para mim, fazer uma discussão por conferência na web. Fiquei muito bem impressionado com este gênero de discussão acadêmica que viabilizar dialogar com especialistas de diferentes pontos e transmitir simultaneamente para pessoas em diferentes lugares do Brasil e do Mundo. O Grupo GETED conquistou a minha admiração e desejo de novas interações.

Na minha fala, busquei tratar de questões que aqui tento sintetizar:

1- A cibercultura tem relações intensa com a linguagem;

2- Internetês e neologismos (como estartar, resetar…) são apenas dois dos aspectos nesta relação entre cibercultura e educação;

3- Diferentes áreas de Estudos da Linguagem podem contribuir para esta discussão (linguística textual e linguística aplicada são duas delas);

4- Muitas publicações e pesquisas sobre EaD são realizadas por linguistas aplicados ( Há vários grupos de pesquisa que tratam desta temática como o Hiperged, o FALE, O Lingnet….);

5- A Linguística (aqui como termo guarda-chuva) pode contribuir para a formação de professores em geral e pedagogos;

6- Questoes como gêneros digitais, letramento digital e letramentos multissemióticos são algumas das interfaces entre linguagem e tecnologia;

7- A importância de discussões e pesquisas interdisciplinares sobre relações entre Tecnologia-Educação-Linguagem;

8- A EaD(especialmente as publicações) deve dar mais atenção a questões de linguagem;

9- Os materiais didáticos devem considerar novas demandas causadas pela cibercultura;

10 – A tecnologia oferece possibilidades e desafios, que demandam discussões que fogem de receitas ou fórmulas.

Linguística Aplicada, Tecnologia e Educação – LATED-UNIGRANRIO – Grupo de Pesquisa

Grupo de Pesquisa Linguística Aplicada, Tecnologia e Educação – LATED – da UNIGRANRIO.

O Grupo de Pesquisa – cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq – visa promover a integração interdisciplinar de pesquisadores e discentes de graduação e pós-graduação, alunos de iniciação científica e colaboradores quepesquisam temas como:

  • novas tecnologias de informação e comunicação,
  • processo de ensino/aprendizagem de línguas (materna e estrangeiras),
  • educação online
  • letramento
  • materiais didáticos
  • cibercultura e letramento digital

Saiba mais em: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=1177801IQZBLS2

Processo Seletivo para o Mestrado em Letras e Ciências Humanas da UNIGRANRIO: Inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo para o Mestrado Acadêmico em Letras e Ciências Humanas da UNIGRANRIO.

Área de Concentração: Discurso, Cultura e Formação Humana

As linhas de pesquisa:


1 – Gênero, Etnia e Identidade

2- Educação, Linguagem e Cultura

3- Representação da Historicidade, Memória e Discurso

 

Informações detalhadas no site da UNIGRANRIO: http://www.unigranrio.br/pos/stricto/mest-letras-ciencias-humanas/

Edital: http://www.unigranrio.br/pos/stricto/mest-letras-ciencias-humanas/pdf/edital_letras_2012.2.pdf

IV FÓRUM DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

IV FÓRUM DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS


A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS E PRÁTICAS DOCENTES

Instituto de Letras e Comunicação da Universidade Federal do Pará

31 de maio (quinta-feira) e 1 de junho (sexta-feira) de 2012

LOCAL: Centro de Convenções da UFPA e Instituto de Letras e Comunicação

Recebimento de propostas de apresentações: 19 de março a 19 de abril de 2012

Divulgação do aceite: A partir de 30 de abril

Site: http://www.falem.ufpa.br/4forumdelinguas/

Divulgação acadêmica e democratização do saber na web: publicar e tornar público

Uma das grandes vantagens da internet, especialmente do que se convencionou chamar de web 2.0, é a ampla possibilidade de interagir, produzir conteúdos e compartilhar… Este é, em grande parte, o espírito da internet hoje.

Hoje é possível que conteúdos diversos possam ser compartilhados.  Isto pode ser feito de forma diversas. O crescimento de publicações acadêmicas online e a passagem de publicações impressas para o mundo online são exemplos disto.

Como discutido em post anterior, há um visível aumento na quantidade de publicações, inclusive e-books, sendo disponibilizados gratuitamente na internet para download legal.

Neste sentido, alguns pesquisadores já adotaram esta postura de, mais do que publicar um artigo em sentido editorial, empenham-se em tornar públicos e acessíveis os seus estudos e suas pesquisas. Assim, os sites de grupos de pesquisas e de professores são ferramentas que contribuem para o progresso da ciência, para a divulgação do saber, para a formação de novos pesquisadores, para a democratização do conhecimento, entre outras contribuições possíveis.

Destaco aqui os sites de grupos de pesquisa e de professores-pesquisadores por serem, muitas vezes, iniciativas pessoais ou de pequenos grupos. Em outras palavras, muitos pesquisadores buscam socializar seus trabalhos. Neste caso, em geral, os custos e os trabalhos de produção, manutenção e atualização dos sites são de responsabilidade dos próprios pesquisadores e dos grupos.

Uma vantagem desta atitude é a facilidade de encontrar trabalhos com focos específicos e temáticas mais delimitadas. Assim, um grupo que trabalhe com linguística aplicada ou educação a distância, por exemplo, pode ser tornar uma fonte valiosa de estudos, tanto para pesquisadores em formação quanto para pesquisadores experientes.

Em novos posts, indicarei alguns sites de pesquisadores e grupos de pesquisa.

Caso conheça algum site de pesquisador ou grupo de pesquisa, faça a sua sugestão.

Linguística Aplicada é nova disciplina da Especialização em Língua Portuguesa na UNIGRANRIO

A Especialização em Língua Portuguesa apresenta este ano um currículo novo, com disciplinas que valorizam estudos interdisciplinares. Duas destas novas disciplinas que merecem destaque são: Tecnologia e Informação, no núcleo interdisciplinar, e Linguística Aplicada, no núcleo específico de estudos linguísticos.

O aluno estudará entre outras coisas, a formação da linguística aplicada, sua história, seus precursos no Brasil, temáticas e metodologias de pesquisa. Assim, pretende-se preencher uma lacuna importante geralmente deixada em segundo plano nos cursos de graduação em Letras.

Algumas das disciplinas novas:

  • Linguística Aplicada
  • Tecnologias e Informação
  • Comunicação e Interação
  • Linguagens e Memória

Detalhes sobre o curso: http://unigranrio.br/pos/lato/humanas/educacao.html

Go to Top