Posts tagged artigo

Artigo sobre a elaboração de materiais didáticos para o ensino de línguas estrangeiras

 

A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS

VILAÇA, M. L. C. A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS.  Cadernos do CNLF. VOL XVI. Num. 4, 2012.

Link para o artigo: http://filologia.org.br/xvi_cnlf/tomo_1/004.pdf

O presente trabalho discute algumas questões relacionadas à elaboração de materiais didáticos. A finalidade básica desta discussão é apontar para a necessidade de mais debates e pesquisas sobre o tema, já que, conforme apontado, a maioria dos estudos e publicações trata da análise de materiais publicados (análise e ou avaliação do produto final) e pouco sobre a elaboração destes (o processo de planejamento e desenvolvimento). Além disso, também é comum que muitas publicações sobre ensino de línguas estrangeiras não apresentem capítulos ou artigos sobre materiais didáticos.

Artigo: Questões de comunicação na era digital: tecnologia, cibercultura e linguagem

Artigo: Questões de comunicação na era digital:tecnologia, cibercultura e linguagem

Márcio Luiz Corrêa Vilaça, Elaine Vasquez Ferreira de Araújo
Resumo:

Este artigo discute questões de comunicação em contextos digitais que têm estado presentes na vida social. Este trabalho enfoca considerações a respeito da complexa relação entre tecnologia, cibercultura e linguagem. Inclui discussões sobre webwriting, do internetês, gêneros digitais e da prática de letramento digital. Defendemos a importância e a necessidade destas questões para a formação de professores, em especial de professores de língua e de educação a distância.

 

Palavras chave:tecnologia, cibercultura, linguagem, gêneros digitais, letramento
Issues in communication in the digital age: technology, cyberculture and language
ABSTRACT: This article discusses issues in communication in digital contexts which have been present in social life. This work focuses on considerations concerning the complex relationship among technology, cyberculture and language. It includes discussion on webwriting, the “internetês”, digital genres and digital literacy practices. We claim the importance and the need of such topics in teacher education, mainly for language teachers and distance learning teachers.
Keywords: technology,cyberculture, language, digital genres, literacy
Revista e-scrita: Revista do Curso de Letras da UNIABEU, Vol. 3, No 2A (2012)

Site de pesquisador: Vera Lúcia Menezes de Oliveira e Paiva

O site da Profa. Dra. Vera Lúcia Menezes de Oliveira e Paiva, Professora Titular da Faculdade de Letras da UFMG, merece ser visitado com frequência. O endereço do site: www.veramenezes.com. No site, o visitante pode encontrar, entre outras coisas, muitos artigos e capítulos de livros da experiente pesquisadora sobre diferentes tópicos em linguística aplicada, que incluem:

  • linguagem e tecnologia
  • estratégias de aprendizagem
  • história da linguística aplicada
  • materiais didáticos
  • ensino de língua inglesa
  • gêneros discursivos

O site é bastante rico e uma fonte de estudos para interessados em linguística aplicada e tecnologia.

Fica aí a dica de estudo e pesquisas.

Boas leituras!

Divulgação acadêmica e democratização do saber na web: publicar e tornar público

Uma das grandes vantagens da internet, especialmente do que se convencionou chamar de web 2.0, é a ampla possibilidade de interagir, produzir conteúdos e compartilhar… Este é, em grande parte, o espírito da internet hoje.

Hoje é possível que conteúdos diversos possam ser compartilhados.  Isto pode ser feito de forma diversas. O crescimento de publicações acadêmicas online e a passagem de publicações impressas para o mundo online são exemplos disto.

Como discutido em post anterior, há um visível aumento na quantidade de publicações, inclusive e-books, sendo disponibilizados gratuitamente na internet para download legal.

Neste sentido, alguns pesquisadores já adotaram esta postura de, mais do que publicar um artigo em sentido editorial, empenham-se em tornar públicos e acessíveis os seus estudos e suas pesquisas. Assim, os sites de grupos de pesquisas e de professores são ferramentas que contribuem para o progresso da ciência, para a divulgação do saber, para a formação de novos pesquisadores, para a democratização do conhecimento, entre outras contribuições possíveis.

Destaco aqui os sites de grupos de pesquisa e de professores-pesquisadores por serem, muitas vezes, iniciativas pessoais ou de pequenos grupos. Em outras palavras, muitos pesquisadores buscam socializar seus trabalhos. Neste caso, em geral, os custos e os trabalhos de produção, manutenção e atualização dos sites são de responsabilidade dos próprios pesquisadores e dos grupos.

Uma vantagem desta atitude é a facilidade de encontrar trabalhos com focos específicos e temáticas mais delimitadas. Assim, um grupo que trabalhe com linguística aplicada ou educação a distância, por exemplo, pode ser tornar uma fonte valiosa de estudos, tanto para pesquisadores em formação quanto para pesquisadores experientes.

Em novos posts, indicarei alguns sites de pesquisadores e grupos de pesquisa.

Caso conheça algum site de pesquisador ou grupo de pesquisa, faça a sua sugestão.

Intertextualidade em monografias e artigos

A intertextualidade se refere ao diálogo entre textos. Em outras palavras, um texto pode recorrer a outros. Isto pode acontecer de formas variadas.

A intertextualidade pode ser literal – quando parte de um texto é citado em outro – ou não-litaral – quando há referência à ideia, ao conteúdo de outro texto sem fazer uso das palavras exatas do texto retomado.

Trabalhos acadêmicos estabelecem os dois tipos de intertextualidado. No entanto, a intertextualidade não-literal é a forma mais empregada. A intertextualidade permite o diálogo entre autores.

Em trabalhos acadêmicos, a intertextualidade deve ser referenciada. Em outras palavras, mesmo quando não há citação literal, devemos referenciar os autores que contribuem com as discussões.

Intertextualidade não deve ser confundida com interdisciplinaridade.

Língua inglesa em Educação a Distância(EaD) – Artigo

Artigo: O USO DE TERMINOLOGIAS EM LÍNGUA INGLESA EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia o artigo.

 

Já notou que há muitos termos em inglês em Educação a Distância? Será que é um modismo ou vontade de parecer moderno? Entenda esta questão.

Publicações e pesquisas em educação a distância (MAIA e MATTAR, 2007; VALENTE e MATTAR, 2007; TORI, 2010; por exemplo) apresentam com bastante frequência terminologias em língua inglesa. E-learning, chat, blended learning, player, webquest são apenas alguns exemplos de termos
frequentes.

Em trabalho anterior (VILAÇA, 2010), aponto três motivos que contribuem para esta relação entre a língua inglesa e a educação a distância,
que são aqui retomados:

a) as experiências de universidades americanas e britânicas em  cursos e pesquisas em EaD;

b) o impacto dos Estados Unidos no desenvolvimento de tecnologias de comunicação e informação (TICs), de softwares e hardwares;

c) o predomínio da língua inglesa na internet.

 

 

Artigo: Educação a Distância e Tecnologias

Educação a Distância e Tecnologias: conceitos, termos e um pouco de história

Resumo:

A rápida e crescente adoçao da Educação a Distância em diferentes contextos tem feito que alguns conceitos, algumas vezes, estejam imprecisos e ambíguos, tanto para professores e estudantes. Este artigo tem por finalidade discutir objetivamente alguns conceitos chaves em Educação a Distância e no uso de dispositivos e recursos tecnológicos em Educação. O artigo apresenta uma definição para Educação a Distância, um perfil da sua história e desenvolvimento a a discussão de alguns conceitos e terminologias amplamente empregadas na área.

VILAÇA, M. L. C. Educação a Distância e Tecnologias: conceitos, termos e um pouco de história. Revista Magistro, Vol 1, Número 2, 2010.

Leia o artigo: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/magistro/article/view/1197

Publicações do CIFEFIL sobre estudos linguísticos e filológicos

O site do CIFEFIL (Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos) – www.filologia.org.br – oferece um grande acervo de trabalhos acadêmicos gratuitamente.

São diversos Anais de Congressos, artigos e mais. Muitas publicações podem ser obtidas gratuitamente. 

Algumas publicações podem ser compradas na Livraria do CIFEFIL.

O site é uma importante fonte de textos sobre estudos linguísticos, inclusive trabalhos em Linguística Aplicada, Sociolinguística e Linguística Textual.

Go to Top