Inicio com este post algumas considerações sobre Linguística Aplicada, buscando abordar algumas de suas áreas de estudo e pesquisa.

Em trabalho apresentado recentemente, considerei, de forma sintética, que: 

A Linguística Aplicada é uma ciência social de estudos de linguagem de caráter interdisciplinar (MOITA LOPES, 1996) que focaliza questões de uso de linguagem em diferentes contextos e com diferentes propósitos comunicativos e interacionais (PILAR & ROCA, 2009). Apesar de sua importância e de suas contribuições sociais e educacionais (LEFFA, 2001), a disciplina ainda é pouco compreendida. A Línguística Aplicada tem em sua primeira fase de estabelecimento relação mais objetiva com pesquisas em ensino/aprendizagem de línguas, especialmente estrangeiras, e tradução (MOITA LOPES, 1996; TRASK, 2004; MENEZES, SILVA & GOMES, 2009). Hoje, no entanto, a ciência aborda uma grande diversidade de temas que incluem ensino/aprendizagem de línguas, tradução e interpretação, análise do discurso, formação de professores, letramento, comunicação profissional, EaD e mídia.

VILAÇA, Márcio. Luiz. C.  Pesquisas em Linguística Aplicada: Domínios, Perspectivas e Metodologias. IN: Almanaque UNIGRANRIO de Pesquisa. – Ano IV. Número 1 – 2010. Desafios Éticos na Pesquisa – ISSN: 1981-5433 

(Resumo de Apresentação de Projeto de Pesquisa homônimo.) 

 

Sem dúvida, a resposta para pergunta do título deste post é bastante complexa. Como linguista aplicado, vejo com certa frequência que muitos profissionais, inclusive de Letras, não entendem o que é ou, melhor dizendo, o que pode ser linguística aplicada. A compreensão mais básica é, logicamente, a aplicação de teoria e conceitos linguísticos. Neste post, apresento uma breve discussão sobre compreensões e perpectivas em Linguística Aplicada.

Destaco antecipadamente que não se trata de um artigo acadêmico.

É interessante notar que diferentes trabalhos de autores buscaram possíveis respostas para uma mesma pergunta: Afinal, o que é linguística Aplicada?

1990 -  KLEIMAN, A . B. Afinal, o que é lingüística aplicada? In Intercâmbio. São Paulo: LAEL/PUC: 1-12,1990.

1992 -  CELANI, M.A.A “Afinal o que é Lingüística Aplicada?” In: PASHOAL, M.S. Z. & CELANI, M.A.A. (org) Lingüística Aplicada: da aplicação de linguística `a Linguítica Transdisciplinar. São Paulo: EDUC, 1992.

1996 – MOITA LOPES, L. P da.  Oficina de Linguística Aplicada.:A natureza social e educacional dos processos de ensino/aprendizagem. Campinas, SP: Mercado das Letras, 1996. Capítulo 1: Afinal, o que é linguística aplicada?

Mais recentemente, já no século 21, com a Linguística Aplicada com pouco mais de sessenta anos, novas e ricas discussões podem ser encontradas em:

2001 – LEFFA, V. A Lingüística Aplicada e seu compromisso com a sociedade. Trabalho apresentado no VI Congresso Brasileiro de Lingüística Aplica. Belo Horizonte: UFMG, 7-11 de outubro de 2001.

2006 - MOITA LOPES, L.P.  Por uma linguística aplicada indisciplinar.  São Paulo: Parábola, 2006.

2009 - MENEZES, V.; SILVA, M. M.; GOMES, I. F. Sessenta Anos de Linguística Aplicada. In: PEREIRA, R. C.; ROCA, P. Linguística Aplicada: um caminho com diferentes acessos. São Paulo: Contexto, 2009.

2009 – MOITA LOPES, L. P. Da aplicação de linguística à Linguística Aplicada Interdisciplinar. In: PEREIRA, R. C.; ROCA, P. Linguística Aplicada: um caminho com diferentes acessos. São Paulo: contexto, 2009.

 ( A discussão continuará em novo post em breve. )

linguistica aplicada – estudos linguísticos – profissional de Letras – applied linguistics – language studies