É bastante evidente que a permanência online é cada vez maior. Os dispositivos evoluem com muita rapidez. Um grande desafio ainda precisa ser proporcionalmente aperfeiçoadas: a duração e a durabilidade das baterias. Hoje são poucos os dispositivos digitais com baterias de longa duração, carregamento rápido e durabilidade maior com menor perda de capacidade de carregamento. Vejamos algumas considerações.

1- Precisar carregar o celular duas ou mais vezes por dia para uso médio é bastante ruim. Em muitos casos, não é fácil andar com o carregador no bolso. No trabalho, pode haver uma disputa por tomadas para carregar o aparelho. Procurar tomadas em lugares públicos como shoppings, aeroportos e hospitai não é agradável.

2- A bateria de notebooks deveria aguentar, pelo menos, 3 ou 4 horas de trabalho médio – em alguns casos as baterias não aguentam 2 horas de uso. Esta duração é menor que muitos filmes, reuniões, aulas… Logo, é preciso com muita frequência levar um carregador e correr para a tomada. Isto contraria as questões de mobilidade e portabilidade.

3- Fontes e carregadores devem ser fáceis de carregar e de fácil armazenamento. Os carregadores e fontes devem ser mais resistentes, fáceis de levar e guardar. Neste caso, os celulares e smartphones levam grande vantagem, já que as fontes são pequenas, sendo fácil carregá-las em em bolsas, mochilas e até mesmo em alguns bolsos. O risco maior é quebrar o fio frágil.

Algumas possibilidades:

1- Bateria extra – Carregar duas baterias, além de caro, é bastante complicado. No entanto, em alguns casos alguns modelos poderiam ser vendidos com duas baterias, já que comprar depois tende a ser complicado e muito caro. Talvez fosse possível ter um sistema para que ao comprar um aparelho o usuário tivesse a possibilidade de encomendar uma bateria extra com um preço bem mais atraente.

2- Aoerfeiloamento de gestão de energia – Sistemas mais inteligentes de gestão de energia devem ser aperfeiçoados, controlando brilho, processador…

3- Fontes menores (retráteis ou de fácil armazenamento) – de forma a facilitar o carregamento

4- Critérios/certificados de desempenho de bateria – Acreditar em propagandas de bateria é complicado. Deveríamos ter algo semelhante aos selos encontrados em muitos eletrônicos (A até E). Recentemente , encontrei uma resenha indicando que a bateria de um notebook durou no teste 1h e15 min. No entanto, as lojas indicam duração acima de 5 horas. Lógico que depende do uso, mas a diferença é muito grande.

5- Carregadores ou baterias(nobreaks) externas compactas – Já vi dispositivos auxiliares para celulares, mas ainda não encontrei para outros tipos de dispositivos.

Na questão bateria, os tablets e netbooks parecem entrar como saídas para quem precisa ficar longe da tomada por mais tempo.

 A bateria deveria ter mais atenção. Para a questão da mobilidade, não adianta os dispositivos ficarem mais rápidos e com imagens cada vez melhores se for preciso andar com carregadores e fontes. Sem contar que encontrar tomadas e poder deixar o aparelho plugado nem sempre é simples.