Livro

E-books gratuitos e publicações acadêmicas online: algumas reflexões sobre a divulgação de trabalhos e pesquisas

Uma fato que merece atenção é o crescimento de publicações acadêmicas disponibilizadas gratuitamente por meio de e-book. Algumas editoras, especialmente universitárias, e autores estão oferecendo livros digitais para download gratuito. Isto, no entanto, não elimina a possibilidade de comercialização de versões impressas, já que uma impressão de qualidade em casa é cara.

Em muitas situações, o retorno financeiro para os autores é complicado por diversos motivos, entre os quais as cópias, a dificuldade de distribuição, o interesse parcial na publicação (alguns capítulos, por exemplo)…

Muitos professores universitários estão sendo seus próprios editores para divulgação de pesquisas e trabalhos, pagando em parte ou na totalidade a publicação de livros individuais ou de organizações com vários autores. Em alguns casos, a publicação apresenta depois um problema: o que fazer com os livros impressos, sem a capacidade de divulgação e distribuição? Quando o livro é uma publicação inteira do(s) autor(es), ele(s) pode(m) receber centenas de livros e não saber direito o que fazer com eles.

Em alguns casos assim, a publicação fica restrita a amigos e a um círculo acadêmico muito restrito, por vezes a professores de uma única instituição. Assim, o objetivo de publicar (tornar público) o conhecimento não é satisfatoriamente atingido. O livro pode virar um lançamento no Lattes, mas com pouco (ou quase nenhum impacto) acadêmico real.

As revistas acadêmicas online representam uma atitude que reforça a necessidade de deixar trabalhos disponíveis para “todos”. Esta é a grande vantagem da publicação online.

Há também a possibilidade de vandas de assinaturas ou e-books acadêmicos por preços realmente competitivos.

Depois continuo esta discussão.

E-book gratuito sobre ensino leitura na era digital

O site do grupo de pesquisa Lingnet – www.lingnet.pro.br – está oferecendo mais um e-book gratuito para download:

Ensino de Leitura: fundamentos, práticas e reflexões para professores da era digital

O livro é organizado por Kátia Tavares do Amaral, Silvia Becher e Cláudio Franco.

Para baixar o livro, basta fazer um breve cadastro na livraria virtual do Lingnet.

http://www.lingnet.pro.br

Não perca tempo !

Boa leitura !

 

CIFLE – Colóquio Internacional de Formação Inicial e Continuada de Professores de Línguas Estrangeiras

Iº CIFLE – Colóquio Internacional de Formação Inicial e Continuada de Professores de Línguas Estrangeiras

16 e 17 de março de 2012

Faculdade de Educação da UFRJ – Praia Vermelha.

Site: http://www.forproli.com.br/cifle/

Eixos temáticos:

  • Análise do discurso e práticas docentes
  • Processos de ensino/aprendizagem
  • Leitura e letramento
  • Literatura, cultura e formação docente
  • Políticas Públicas de Ensino

Bienal do Livro 2011 está de parabéns!

Termina hoje a Bienal do Livro do Rio de Janeiro deixando já saudades e trazendo algumas possibilidades de reflexões.

Primeiramente, no que se refere às minhas experiências nesta edição – foram 3 visitas – a Bienal está de parabéns.

A Bienal ofereceu muitas opções para diferentes perfis de leitores e para pré-leitores. Sem fazer uso de estatísticas, posso dizer que o número de opções para crianças foi surpreendente. Não só oferecia opções de compras de livros, revistas e jogos, mas também apresentações, brincadeiras e atividades diversas. Não há dúvidas que foi um passeio muito agradável e rico para as crianças.

As grandes editoras ofereceram grande diversidade de livros de áreas variadas. Democrático para os leitores, estudantes, professores e pesquisadores de vários campos.

As opções para alimentação também pareceram mais diversificadas que as edições anteriores. Uma visão pessoal.

A área para livros digitais também merece destaque. Trata-se de um mercado que certamente crescerá muito nos próximos anos.

Mesmo aqueles que não gostam de ler devem ter se sentido convidados à leitura.

Os descontos para professores deve ter estimulado a atualização bibliográfica.

Talvez a Bienal precise durar mais tempo na próxima edição, considerando o sucesso relatado na mídia.

Vai deixar saudades, desejo de mais e ansiedade pela próxima edição.

Parabéns, Bienal !!!

Bienal do Livro 2011 no Rio de Janeiro

A Bienal do Livro de 2011 no Rio de Janeiro está excelente. A quantidade de opções para crianças impressiona, que certamente motivará o hábito da leitura e a paixão pelos livros.

Algumas editoras estão com descontos especiais para professores. Outras livrarias oferecem bons preços para livros e revistas.

A ida à Bienal é uma excelente atividade, horas de muito prazer. Certamente deixará muitas saudades.

As minhas impressões da minha ida no sábado são bem positivas. Pretendo voltar.

Livros Digitais na Bienal do Livro do Rio – 2011

Os livros digitais, atmbém chamados de e-books, devem ter um espaço de destaque na Bienal do Livro do Rio de Janeiro este ano. Esta questão em parte se justifica pelo crescimento na oferta no mercado nacional de tablets e e-readers, além é claro dos computadores, smartphones e cia.

No dia 9 de setembro, no Café Literário, haverá uma atividade denominada Apresentando o Livro Digital.

A programação da Bienal do Livro 2011 do Rio de Janeiro já está disponível no site http://www.bienaldolivro.com.br./ O site também apresenta as listas do expositores, que conforme em anos anteriores, estarão organizados em 3 pavilhões do Riocentro.

A Bienal pode ser também uma oportunidade para aqueles que gostam de livros e desejam visitar o Rio de Janeiro.

Metodologia científica: sugestões bibliográficas

 

Algumas sugestões bibliográficas de livros nacionais sobre metodologia científica:

 

APPOLINÁRIO, F. Dicionário de metodologia científica: um guia para a produção do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2004.

BARROS, A. J. S. e LEHFELD, N. A. S. Fundamentos de Metodologia: Um Guia para a Iniciação Científica. 2 Ed. São Paulo: Makron Books, 2000.

CERVO, A. L. & BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 4 ed. São Paulo: Makron Books, 1996.

CHAVES, M. A. Projeto de pesquisa: guia prático de monografia. 2 ed. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2003.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. 7 ed. São Paulo: Cortez Editora, 2005.

DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e educativo. São Paulo: Cortez, 2000.

FERREIRA, M. C.; MOURA, M. L. S. Projetos de pesquisa: elaboração, redação e apresentação. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2005.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5 ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LÜDKE, M ; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 6ª Reimpressão. São Paulo: EPU, 2001.

MAGALHÃES, G. Introdução à metodologia da pesquisa: caminhos da ciência e tecnologia. São Paulo: Ática, 2005.

MARCONI, M. A. & LAKATOS, E. M. Metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2000.

MEKSENAS, P. Pesquisa social e ação pedagógica: conceitos, métodos e práticas. São Paulo: Loyola, 2002.

MICHEL, M. H. Metodologia e Pesquisa Científica em Ciências Sociais. São Paulo: Atlas, 2005.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Editora Vozes, 2007.

PÁDUA, E. M. M de. Metodologia da pesquisa: abordagem teórico-prática. 6 ed. Campinas: Papirus Editora, 2000.

RAMPAZZO, L. Metodologia científica: para alunos dos cursos de graduação e pós-graduação. São Paulo: Loyola, 2002.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3ª  Ed. São Paulo: Editora Atlas, 2007.

RUDIO, F. V. Introdução ao projeto de pesquisa científica. 36 Ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

 

Dica de livro: Marketing na Era Digital

Estou lendo o livro Marketing na Era Digital, de Martha Gabriel, publicado pela Novatec em 2010. Recomendo o livro para aqueles que queiram entender melhor os impactos na internet nos dias de hoje, as tecnologias disponíveis, entre outras coisas. O livro permite também compreender transformações decorrentes da vida digital.

Embora o livro seja explicitamente voltado para profissionais da área de Marketing, a elitura pode ser muito proveitosa para profissionais de diversas áreas, inclusive educação, principalmente se considerarmos o caráter interdisciplinar da tecnologia.

A leitura tem sido agradável, rápida e com muitos exemplos e dados estatísticos que facilitam a compreensão das mudanças de comportamentos influenciadas pelas práticas sociais em contextos digitais.

O fluxo de informações é muito rápido com muitos exemplos e referências a sites, vídeos e artigos.

Go to Top