Downloads

Use seu notebook para compartilhar internet para outros computadores e dispositivos wi-fi

Notebook podem ser usados como roteadores, permitindo compartilhar internet sem fio para outros dispositivos wi-fi, tais como tablets, smarphones, celulares e outros notebooks. Isto pode ser especialmente útil em viagens, possibilitando que uma fonte de internet possa ser multiplicada.

Uma forma simples de transformar o seu notebook em roteador wi-fi é o uso do programa Connectify – http://www.connectify.me/ – que tem uma versão gratuita. A instalação do software é simples e permite que você “jogue” internet de um notebook para outros e para tablets e smartphones.

Pessoalmente já usei a versão gratuita em viagem e foi muito útil. Consegui compartilhar uma conexão 3G com outro notebook e com o meu smartphone. Há limitação na quantidade de dispositivos (5 se não mudou). Esta limitação no entanto, excede qualquer necessidade básica. Você pode ter internet no notebook e compartilhá-la com tablets e smartphones. No notebook você vê quem está usando a sua conexão (dispositivos conectados).

É importante que seja estabelecida uma senha seguraa, já que dispositivos próximos conseguirão ver a sua rede. Se a senha for previsível (como 123456 ou senha, por exemplo), outras pessoas poderão tentar usar a sua conexão.

O programa pode ajudar a economizar o uso de sua franquia 3G em tablets e smartphones.

Fica aí a dica !

Softwares Gratuitos Úteis – Uma seleção básica – dicas de programas

É comum desejar softwares caros e complexos. No entanto, muitas vezes softwares gratuitos também são poderosos e podem dar conta de muitas tarefas, sendo muitos deles de uso mais simples e intuitivo, o que requer menor curva de aprendizagem. Aqui apresento uma pequena seleção deles:

  • Imagem – edição e tratamento: Paint.net, PhotoScape e Gimp
  • Som : Audacity
  • Vídeo: Windows Live Movie Maker
  • Manutenção de Sistema e limpeza de arquivos: CCleaner, Advanced SystemCare
  • Proteção contra Vírus: AVAST e AVG
  • Conversão de Arquivos: FormatFactory
  • Criação de PDF a partir de vários formatos: PDF995
  • Converter PDF em Word: PDF to Word Converter Free ( da Wondershare).
  • Ilustração: Inkscape
  • Diagramação: Serif PagePlus Starter Edition, Scribus

Nos próximos dias, sugiro novos softwares gratuitos nas categorias acima e em outras.

 

Softwares gratuitos para edição e tratamento de fotos

Com as máquinas digitais e o celulares que apresentam câmeras com resoluções cada vez maiores, fazer pequenos ajustes em fotos deixou de ser algo restrito a uma pequena quantidade de pessoas e passou a ser algo útil até mesmo para leigos que precisam ajustar ou editar fotos para publicações online, impressão e criação de apresentações…

Alguns exemplos de usos populares são: converter formatos, editar contraste, brilho e cores, alterar resoluções, cortar as imagens…

Diversos programas gratuitos podem ser empregados com facilidade e riqueza de recursos. Alguns deles são:

The GIMP– http://www.gimp.org/

PhotoScape – http://www.photoscape.org/

Paint.Net – http://www.getpaint.net/

Photo Plus Starter Edition – http://www.serif.com

 

AVAST: nova versão disponível

Procurando proteção contra vírus? Uma nova versão do famoso e competente AVAST foi lançada.

Uma excelente opção de proteção para computadores, o AVAST tem uma versão gratuita.

O software pode ser baixado em www.avast.com e em sites de downloads como o Baixaki (www.baixaki.com.br).

 

 

 

Atualizações de softwares: custo e compatibilidade

Sem dúvida, novidades m termos de tecnologia geralmente são bem recebidas. O uso de softwares e hardwares modernos exercem certo tipo de fascínio. Talvez por isto, muitos softwares estejam sendo atualizados com tanta frequencia. O Firefox 5, por exemplo, acaba de ser lançado lançado, poucos meses depois da tão aguardada (na época, é claro) versão 4. O Windows 7 foi lançado no segundo semestre de 2009 e já se fala bastante do futuro Windows 8. Diferentes versões do Android  são mencionadas para smartphones e tablets. Isto é bom? Depende.

A atualização de softwares pagos não é muito prazerosa por causa dos custos. Manter-se atualizado pode significar quase ter “anuidades” para os softwares. A questão do custo da atualização pode acabar estimulando a pirataria. Por outro lado,  manter uma versão de software por um “longo” tempo pode parecer descaso, incapacidade de inovar, podendo gerar desconfiança. Em síntese, nos casos dos softwares pagos asatualizações podem pesar consideravelmente no bolso.

Outra questão é a compatibilidade entre com outros programas e softwares. Há, por exemplo, plugins para o Office que não são compatíveis com o Office 2010.

Enfim, o andamento das atualizações para nova versões está cada vez mais acelerado. Há programas que sofrem atualizações significativas de funcionalidades, sem exigir que os usuários precisem comprar uma versão nova. Há também empresas que permitem atualizações para novas versões quando a compra do software acontece pouco tempo antes da nova versão. A miscrosoft, por exemplo, costuma fazer isto para alguns programas, até mesmo para evitar o encalhe de softwares. Comprei o meu notebook atual com o Vista, mas pude, por um custo de mídia e transporte, receber os DVDs para atualização para o Windows 7. Se isto não fosse possível, eu não teria comprado o notebook.

Talvez as assinaturas de softwares ou renovações de licenças anuais se popularizem. Logicamente, isto dependerá do custo.

Nos softwares gratuitos o grande obstáculo pode ser a compatibilidade. Neste caso, a pressa por novas versões é ainda maior, vejamos o caso do navegado Chrome, que já teve mais de 10 versões em poucos anos.

Fique sempre atualizado !

Eliminando arquivos desnecessários do computador

Com o tempo, o computador vais acumulando adquivos desnecessários de natureza variada, especialmente temporários, arquivos de visitas a sites, cookies e históricos variados. Se em alguns momentos ele pode ecelerar a volta a um site já visitado, por exemplo, com certo tempo e visita a muitos sites, eles ficam acumulando “lixo” no seu computador, em muitos casos fazendo o computador ficar mais pesado.

Um programa que auxilia a “limpar” o computador de formas diversas é o CCleaner, que pode ser encontrado em sites como Baixaki e Superdownloads. Ele pode limpar arquivos inúteis, históricos de browers e do sistema, arquivos temporários, cookies e fazer limpeza de registro, entre outras possibilidades.

Dependendo de configurações do seu computador ele pode estar com muitos megas e até mesmo gigas de arquivos desnecessários.  A limpeza libera espaço em disco e pode acelerar o computador.

No caso de limpeza de registro, o programa oferece a opção de fazer um backup do registro antes da limpeza, uma medida importante. Problemas no registro podem afetar significativamente o computador ou até mesmo inviabilizar a inicialização do sistima operacional e de programas. As instalações e desinstalações de prografas ajudam o registro a ficar com entradas inválidas e muito cheio, o que tende a retardar o processo de inicialização. Há usuários que após a limpeza do registro notam uma aumento significativo da velocidade do computador.

Antivírus confiável e atualizado

Alguns cuidados são necessários quando pensamos em segurança digital: o uso dos antivírus. Engana-se quem considera que ter o software instalado seja garantia de tranquilidade. Na verdade, o antivírus precisa ser atualizado com frequência. Muitos computadores já são vendidos com um programa de proteção para vírus instalado. No entanto, é comum que o programa seja apenas para degustação, com atualizações por apenas alguns dias (60 na maioria das vezes).

As opções de antivírus são variadas, de gratuitos a pagos. Os gratuitos mais populares são AVG e AVAST, que também são vendidos em versões mais completas. Alguns pagos populares são Norton, McAfee, Kaspersky e Panda.

Downloads devem ser feitos de sites confiáveis, como por exemplo o Baixaki e o Superdownloads. Baixar os programas, mesmos os gratuitos, de sites desconhecidos pode ser perigoso, já que o arquivo para download pode ser outro e estar infectado com vírus, spywares e outras pragas digitais.

Hoje muitos vírus atuam de forma bastante discreta, abrindo portas no seu sistema, roubando dados, transferindo informações e arquivos, formando redes zumbis, entre outras possibilidades. Ou seja, não imagine que ter o computador funcionando “normalmente” seja garantia de estar com o sistema sem pragas virtuais. Com a popularização do comércio eletrônico e dos bancos online, muitos criminosos virtuais estão interessados em senhas, números de cartões de crédito e outros dados pessoais.

O antivírus deve estar permanentemente ativo, buscando identificar vírus durante todo o tempo, inclusive nos e-mails, na abertura de arquivos e em momentos diversos. Com frequência, o usuário deve fazer uma verredura completa do sistema e das mídias portáteis e em mídias de backup.

Importante tem em mente que nenhum antivirus é infalível. As atualizações são praticamente diárias. Caso seu antivírus fique dias sem fazer atualização, verifique se ele está ativo e se analise se ele ainda é confiável. Configure o antivirus para atualizações automáticas. O usuário deve também verificar se há atualizações assim que ligar o computador, desde que, logicamente, houver uma conexão disponível.

Hoje muitos antivírus já trazem ferramentas para proteção contra spywares (programas que espionam o computador).

 

Joomla 1.6 é lançado !

A aguardada versão 1.6 do famoso e poderoso Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS – Content Management System) Joomla foi lançada nesta segunda-feira dia 10. No site do CMS – www.joomla.org –  é possível encontrar diversas informações sobre as novidades, características e exigências do novo Joomla. Há quem considere o número 1.6 inconsistente com a grande quantidade de modificações e novidades que foram adicionadas. Para alguns a versão deveria ser chamada de 2.0.

O programa passou ao longo de meses por mais de uma dezena de versões beta e por uma versão Release Candidate. A expectativa inicial da comunidade era de lançamento do Joomla 1.6 ainda no semestre passado.

No site do Joomla também é possível encontrar link para vídeos sobre a versão 1.6 no You Tube.

A versão 1.5 do Joomla será mantida por algum tempo. Assim, como no caso do Moodle 2.0, tratado no post anterior, os requisitos recomendados do Joomla requerem atenção.

Alguns fatores contribuirão para acelerar ou não a atualização para a versão joomla 1.6. Alguns dos fatores a considerar.

a) Facilidade e riscos de atualização da plataforma ou importação de conteúdos da versão 1.5

b) Compatibilidade nativa de extensões – plugins, módulos e componentes

c) Os requisitos de sistema

d) A curva de aprendizagem e adaptação para o gerenciamento do Joomla

e) Questões de design, inclusive a disponibilidade e os recursos de templates

Em breve, novas informações e comentários.

Go to Top