Inglês

ESP: Inglês para Fins específicos – Artigo – fundamentos

Curioso ou interessado em ESP? ESP é a sigla para English for Specífic Purposes, uma abordagem de ensino de inglês que se baseia nas necessidades dos alunos.

Uma dica de artigo: English For Specific Purposes: Fundamentos Do Ensino de Inglês Para Fins Específicos de Márcio Luiz Corrêa Vilaça

Leia o artigo aqui.

Este artigo discute os fundamentos do ensino de inglês para fins específicos (ESP- English for Specific Purposes). O objetivo do trabalho é proporcionar ao leitor uma visão geral da área, contextualizando esta abordagem de ensino, apresentando características centrais, apontando possíveis divisões e analisando o papel da análise de necessidades no desenho de um curso de ESP.

…o ESP caracteriza-se predominantemente pelo ensino de inglês com foco nas necessidades dos alunos (DUDLEY-EVANS, 2004). A literatura especializada, por vezes, apresenta possíveis subdivisões das necessidades: necessidades (needs), carências ou fraquezas (lacks, weakness) e desejos(wishes).

IV Jornada de Estudos Anglo-Americanos – UNIGRANRIO – Programação

IV Jornada de Estudos Anglo-Americanos

21 e 22/05

Local: UNIGRANRIO – Campus I – Duque de Caxias

Inscrições: www.unigranrio.br no Link Eventos.

21/05 – MANHÃ
8 h – Credenciamento

8:30 – 9:30 h – Materiais didáticos de língua inglesa: o estudante brasileiro em foco.
Palestrante: Marcio Luiz C. Vilaça

10 – 12 h – The CEFR (Common European Framework of Reference for Languages) and the ELT Classroom
Palestrante: Alcione Soares Tavares

NOITE:
18:30 – 20:20 h – Pesquisa em contextos Institucionais: A contribuição da prática exploratória.
Palestrante: Isabel Cristina Rangel Moraes Bezerra

20:30 – 21: 30 – Materiais didáticos de língua inglesa: o estudante brasileiro em foco.
Palestrante: Márcio Luiz C. Vilaça

 

22 /05 – MANHÃ

8 às 10 h

Sala J 201 -Dinâmicas e jogos para aulas de idiomas – Prof. Solimar Silva
Sala J 202 – A Broad Perspective in Teaching Vocabulary in EFL – Prof. Lúcia Ribas
Sala J 203 – “Come on teacher, I know how to write”: Tópicos em escrita acadêmica de língua inglesa – Prof. Cassiano Luiz do Carmo Santos

10 às 12 h

Sala J 201 – English for Specific Purpose: o ensino instrumental de língua inglesa – Prof. Márcio Vilaça
Sala J 202 – Humanizing drills for the development of speakingskills – Anna Paula Bittencourt (Cultura Inglesa)
Sala J 203 – Curiosidades sobre o Ensino de Língua Inglesa – Prof. Maria João

22/05 – Noite

18:30 – 20 h
Z 201 – English for Specific Purpose: o ensino instrumental de língua inglesa – Prof. Márcio Vilaça
Z 203 – Dinâmicas e jogos para aulas de idiomas – Prof. Solimar

20:10 – 21:40 h
Z 201 – A Broad Perspective in Teaching Vocabulary in EFL – Prof. Lúcia Ribas
Z 203 – Curiosidades sobre o Ensino de Língua Inglesa – Prof. Maria João Ribeiro Cabral
Z 205 – “Come on teacher, i know how to write” ….. Tópicos em escrita acadêmica de língua inglesa – Prof. Cassiano Luiz do Carmo Santos

Alguns provérbios em Inglês e expressões

A bird in hand is worth two in the bush – mais vale um passáro na mão que dois voando

A cat can look at a king – olhar não arranca pedaço

Add fuel to the flame – colocar lenha na fogueira

After a storm comes a calm – depois da tempestade vem a bonança

All good things come to those who wait – quem espera sempre alcança

Among the blind the one-eyed man is king – em terra de cego quem tem um olho é rei

Bad news travels fast – notícias ruins chegam rápido

Barking dogs seldom bite – cão que ladra não morde

Do as I say, not as I do – faça o que eu digo, não faça o que eu faço

Each person knows where problems lie – cada um sabe onde o calo aperta

Everyone to his own taste – gosto não se discute

Forbidden fruit tastes sweetest – o proibido é mais gostoso

It’s no use crying over the spilled milk – não adianta chorar sobre o leite derramado

Opposites attract – os opostos se atraem

Robbing Peter to pay Paul – cobrir um santo para descobrir outro

Silence gives consent – quem cala consente

The shoemaker’s son always goes barefoot – em casa de ferreiro espeto de pau

Union is strength – a união faz a força

Colóquio Internacional de Formação Inicial e Continuada de Professores de Línguas Estrangeiras

 I Colóquio Internacional de Formação de professores de línguas estrangeiras

Período: 16 e 17 de março de 2012

Local: UFRJ – Campus da Praia Vermelha

 

Temas:

  • Análise do discurso e práticas docentes
  • Processos de ensino/aprendizagem
  • Leitura e letramento
  • Literatura, cultura e formação docente
  • Políticas Públicas de Ensino

 

Informações: http://www.forproli.com.br/cifle/index.htm

O que é aquisição de segunda língua? What is second language acquisition (SLA)?

O termo aquisição de segunda língua ( second language acquisition, em inglês) é um dos principais campos da linguística aplicada. Na verdade, é possível dizer que a linguística aplicada nasceu e ganhou projeção nos estudos de aquisição de segunda língua. O termo muitas vezes não diferencia aquisição de aprendizagem e segunda língua de lingua estrangeira. Isto é bastante visível em livros de Rod Ellis.

Além de métodos de ensino de línguas estrangeiras, a área estuda aspectos que afetam a aprendizagem de línguas estrangeiras/segundas línguas (aptidão, motivação, atitude, crenças, estilos, estratégias de aprendizagem, inteligência…), interlíngua, aquisição de linguagem, ordem de aprendizagem, formação de professores, materiais didáticos…

É comum o emprego da sigla SLA ( second language acquisition) mesmo em publicações em outras línguas.

III Congresso Internacional da Abrapui – prazo prorrogado

III Congresso Internacional da Abrapui

ABRAPUI – Associação Brasileira de Professores Universitários de Inglês

Language and Literature in the Age of Technology

06 a 09  de maio de 2012

Universidade Federal de Santa Catarina

Novo prazo para submissão de trabalhos: 30 de dezembro

Informações: http://www.abrapui.org/congresso2012/

CIFLE – Colóquio Internacional de Formação Inicial e Continuada de Professores de Línguas Estrangeiras

Iº CIFLE – Colóquio Internacional de Formação Inicial e Continuada de Professores de Línguas Estrangeiras

16 e 17 de março de 2012

Faculdade de Educação da UFRJ – Praia Vermelha.

Site: http://www.forproli.com.br/cifle/

Eixos temáticos:

  • Análise do discurso e práticas docentes
  • Processos de ensino/aprendizagem
  • Leitura e letramento
  • Literatura, cultura e formação docente
  • Políticas Públicas de Ensino

Certificados em Inglês como Língua Estrangeira: Siglas

Há diversos certificados de fluência em língua inglesa. Estudantes de inglês podem se deparar com um número grande de siglas que se referem às certificações internaciois. Estes certificados são de níveis e para objetivos variados. Eles são muitas vezes empregados como forma de comprovação de nível de proficiência em língua inglesa, conhecimentos pedagógicos, domínio de habilidades em inglês para fins específicos. Um dos exames mais famosos é o TOEFL. Algumas siglas de exames de certificação:

 

CAE– Certificate of Advanced English

CELTA– Certificate in Teaching English to Speakers of Other Languages

CPE – Certificate of Proficiency in English

DELTA – Diploma in Teaching English to Speakers of Other Languages

ECCE – Examination for the Certificate of Competency in English

ECPE – Examination for the Certificate of Proficiency in English

FCE– First Certificate in English

ICFE – International Certificate in Financial English

IELTS – International English Language Testing System

KET– Key English Test

MELAB – Michigan English Language Assessment Battery

MET – Michigan English Test

PET – Preliminary English Test

TKT– Teaching Knowledge Test

TOEFL-Test of English as a Foreign Language

 

Go to Top