Educação

II Webinar do GETED – Questões centrais da minha palestra – Educação na Era Digital: questões de cibercultura e linguagem

Ontem, com grande alegria, participei do II Webinar do GETED (http://www.virtual.ucdb.br/geted/). Foi uma experiência nova para mim, fazer uma discussão por conferência na web. Fiquei muito bem impressionado com este gênero de discussão acadêmica que viabilizar dialogar com especialistas de diferentes pontos e transmitir simultaneamente para pessoas em diferentes lugares do Brasil e do Mundo. O Grupo GETED conquistou a minha admiração e desejo de novas interações.

Na minha fala, busquei tratar de questões que aqui tento sintetizar:

1- A cibercultura tem relações intensa com a linguagem;

2- Internetês e neologismos (como estartar, resetar…) são apenas dois dos aspectos nesta relação entre cibercultura e educação;

3- Diferentes áreas de Estudos da Linguagem podem contribuir para esta discussão (linguística textual e linguística aplicada são duas delas);

4- Muitas publicações e pesquisas sobre EaD são realizadas por linguistas aplicados ( Há vários grupos de pesquisa que tratam desta temática como o Hiperged, o FALE, O Lingnet….);

5- A Linguística (aqui como termo guarda-chuva) pode contribuir para a formação de professores em geral e pedagogos;

6- Questoes como gêneros digitais, letramento digital e letramentos multissemióticos são algumas das interfaces entre linguagem e tecnologia;

7- A importância de discussões e pesquisas interdisciplinares sobre relações entre Tecnologia-Educação-Linguagem;

8- A EaD(especialmente as publicações) deve dar mais atenção a questões de linguagem;

9- Os materiais didáticos devem considerar novas demandas causadas pela cibercultura;

10 – A tecnologia oferece possibilidades e desafios, que demandam discussões que fogem de receitas ou fórmulas.

Mestrado em Letras e Ciências Humanas da UNIGRANRIO

Mestrado Acadêmico em Letras e Ciências Humanas da UNIGRANRIO
Recomendado pela CAPES
102ª reunião do Conselho Técnico Cientifico da Educação Superior (CTC-ES)

Visite a Página do ProgramaSaiba Mais

 

Coordenação: Prof. Dra. Jacqueline de Cássia Pinheiro Lima

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: DISCURSO, CULTURA E FORMAÇÃO HUMANA

LINHAS DE PESQUISA:

1 – GÊNERO, ETNIA E IDENTIDADE

Docentes:

2- EDUCAÇÃO, LINGUAGEM E CULTURA

Docentes:

3- REPRESENTAÇÃO DA HISTORICIDADE, MEMÓRIA E DISCURSO

Docentes:

 

 

Webinar GETED – Diálogos sobre EAD, TIC e redes sociais: algumas ressignificações

Webinar GETED

Diálogos sobre EAD, TIC e redes sociais: algumas ressignificações

 

Palestrantes:

João Mattar – Universidade Anhembi Morumbi

Joana Peixoto- UFG

José Maria Ribeiro – Universidade Aberta de Portugal

Márcio Luiz Corrêa Vilaça – Universidade do Grande Rio

Paulo Simões – Força Aérea Portuguesa

Alexandra Okada – Open University

 

Link: http://www.virtual.ucdb.br/geted/

Organização: UCBD – Universidade Católica Dom Bosco

PROGRAMAÇÃO

9h00min às 10h00min Mesa Redonda 1:

“O uso das redes sociais em educação”
João Mattar – Universidade Anhembi Morumbi

10h15min às 11h15min  – Mesa Redonda 2:

“Tecnologia na educação: uma questão de transformação ou de formação?”
Joana Peixoto– UFG

11h30min às 12h30min  – Mesa Redonda 3:

“O audiovisual no ensino em ambientes virtuais: dos videogramas à cultura participativa”
José Maria Ribeiro – Universidade Aberta de Portugal

Intervalo

15h00min às 16h00min  – Mesa Redonda 4:

“Educação na Era Digital: questões de cibercultura e linguagem”
Márcio Luiz Corrêa Vilaça – Universidade do Grande Rio – Unigranrio

16h15min às 17h15min Mesa Redonda 5:

“PLE Personal Learning Environment”
Paulo Simões – Força Aérea Portuguesa

17h30min às 18h30min  – Mesa Redonda 6:

“Discussão colaborativa de Coaprendizagem para Coautorias com Recursos, Práticas e Redes Educacionais Abertas”
Alexandra Okada – Open University

18h45min às 19h45min –  Mesa Redonda 7:

“Tecnologias em contextos interculturais – alguns deslocamentos” – Grupo GETED

Tecnologias e Lívros Didáticos De Línguas: Novas Possibilidades, Novos Desafios.

VILAÇA, M. L. C.  TECNOLOGIAS E LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS: NOVAS POSSIBILIDADES, NOVOS DESAFIOSCadernos do CNLF. VOL XVI. Num. 4, 2012.

Link: http://filologia.org.br/xvi_cnlf/tomo_1/105.pdf

 

Este trabalho apresenta brevemente algumas discussões relacionadas à interação entre tecnologia e educação, defendendo que os livros didáticos de línguas (estrangeiras e maternas) precisam estar atentos às novas demandas, o que evidentemente implica em novos desafios para editoras, autores, professores.

O foco principal está sobre a compreensão de novas possibilidades e, consequentemente, no reconhecimento de desafios decorrentes do crescente uso de novas TICs (tecnologias de comunicação e informação) em diferentes práticas e contextos sociais (BARROS, 2009; SANTAELLA, 2010), inclusive na escola, algo que não deve ser compreendido como restrito à educação a distância.

 

Artigo sobre a elaboração de materiais didáticos para o ensino de línguas estrangeiras

 

A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS

VILAÇA, M. L. C. A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS.  Cadernos do CNLF. VOL XVI. Num. 4, 2012.

Link para o artigo: http://filologia.org.br/xvi_cnlf/tomo_1/004.pdf

O presente trabalho discute algumas questões relacionadas à elaboração de materiais didáticos. A finalidade básica desta discussão é apontar para a necessidade de mais debates e pesquisas sobre o tema, já que, conforme apontado, a maioria dos estudos e publicações trata da análise de materiais publicados (análise e ou avaliação do produto final) e pouco sobre a elaboração destes (o processo de planejamento e desenvolvimento). Além disso, também é comum que muitas publicações sobre ensino de línguas estrangeiras não apresentem capítulos ou artigos sobre materiais didáticos.

Palestra sobre Interdisciplinaridade com Prof. Jorge Guimarães, presidente da CAPES

O Presidente da CAPES, Prof. Dr. Jorge Almeida Guimarães, proferiu no encerramento no I CONINTER uma rica palestra sobre Interdisciplinaridade e a área Interdisciplinar na CAPES.

Além de discutir a compreensão de interdisciplinaridade, o pesquisador apresentou números de Cursos de Pós-Graduação da Área Interdisciplinar da área e sobre o papel da CAPES no fomento e desenvolvimento da Pós-Graduação Brasileira.

O Brasil tem atualmente 1,4 doutores para cada 1000 habitantes. A meta do Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG)- disponível no site da CAPES – é ampliar significativamente a quantidade de doutores e mestres formados anualmente.

 Link para o Plano Nacionl de Pós-Graduação: http://www.capes.gov.br/sobre-a-capes/plano-nacional-de-pos-graduacao/pnpg-2011-2020

O CONINTER foi o I Congresso Internacional Interdisciplinar em Ciências Sociais e Humanidades, que aconteceu entre 3 e 6 de setembro na UFF, organizado pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação Interdisciplinar em Sociais e Humanidade – ANINTER-SH.

No dia 5 de setembro, o Prof. Dr. Jorge Guimarães proferiu palestra na UNIGRANRIO, que contou com a participação de alunos de graduação e pós-graduação, docentes da graduação e docentes dos Programas de Pós-Graduação da UNIGRANRIO. A Palestra teve o papel da CAPES e os Plano Nacional de Pós-Graduação como principais temas. Na ocasião, o professor Jorge Guimarães elogiou o trabalho da UNIGRANRIO no campo da Pós-Graduação, destacando o número de pesquisadores doutores com horário integral.

O Prof. Dr. Ruy Garcia Marques, presidente da FAPERJ, uma das autoridades presentes, ressaltou a crescente participação da UNIGRANRIO em projetos de pesquisas apoiados pela FAPERJ, tanto nas demendas espontâneas permanentes (como os Auxílios a Pesquisa, Instalação e Editoração) quanto nos Editais. Fato este que reforça o trabalho da instituição no desenvolvimento de pesquisas e extensão.

Participaram intensamente docentes e discentes de Programas de Pós-Graduação Interdisciplinares.

Eu, prof. Jorge Guimarães, Geraldo Rocha, Cleonice Puggian e Renato da Silva no CONINTER

 

Linguística Aplicada, Tecnologia e Educação – LATED-UNIGRANRIO – Grupo de Pesquisa

Grupo de Pesquisa Linguística Aplicada, Tecnologia e Educação – LATED – da UNIGRANRIO.

O Grupo de Pesquisa – cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq – visa promover a integração interdisciplinar de pesquisadores e discentes de graduação e pós-graduação, alunos de iniciação científica e colaboradores quepesquisam temas como:

  • novas tecnologias de informação e comunicação,
  • processo de ensino/aprendizagem de línguas (materna e estrangeiras),
  • educação online
  • letramento
  • materiais didáticos
  • cibercultura e letramento digital

Saiba mais em: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=1177801IQZBLS2

II Congresso Nacional de Línguas para Fins Específicos – LinFE 2012

II Congresso Nacional de Línguas para Fins Específicos – LinFE 2012

26 a 28 de setembro de 2012

Local: FATEC Tatuapé

Submissão de trabalhos: até 10 de julho

Site: http://www.neple.com.br/linfe/

Go to Top